O charme das pontes metálicas

Pontes são construções muito importantes dentre os projetos de mobilidade urbana das cidades. E muitas delas são construídas em ferro e em aço devido as inúmeras vantagens que estes materiais possuem. Mas, construir pontes com metal não é nenhuma novidade. A primeira ponte em ferro foi construída em 1779, na Inglaterra. É a ponte Coalbrookdale que está aberta ao público até hoje.

No Brasil, a ponte de Paraíba do Sul foi construída em 1857, sendo considerada a primeira ponte de aço do país. A ponte fica localizada no município de São Fidélis (RJ) e liga o distrito sede ao 2º distrito (Ipuca). Tombada desde 2002, ela tem sua estrutura constituída externamente por vigas metálicas que servem de apoio para a laje de concreto armado do tabuleiro.

Versatilidade, leveza, facilidade de montagem, durabilidade e resistência estão dentre as principais vantagens destes materiais para a construção de pontes. A sua versatilidade ainda permite que as pontes possam ser construídas com formas e design diferenciado, de modo a se destacar ainda esteticamente e as transformando em pontos turísticos. Os materiais também permitem uma construção com maior rapidez, já que são pré-fabricadas, possibilitando a sobreposição das etapas da obra.

No Brasil, um dos maiores destaques é a Ponte JK, localizada em Brasília e inaugurada em 2002. A Ponte JK conta com três arcos que sustentam, por meio de estais de aço, três tabuleiros com vão de 240 metros cada um. Para a sua construção foram utilizadas 12 mil toneladas de aço.

Devido a qualidades estéticas e harmonia ambiental da ponte JK, seu arquiteto, Alexandre Chan, recebeu em 2003 a Medalha Gustav Lindenthal, outorgada pela Sociedade dos Engenheiros do Estado da Pensilvânia (EUA).

Em Teresina (PI) temos dois exemplos, a Ponte Metálica e a Ponte Estaiada. A Ponte Metálica João Luís Ferreira foi a primeira ponte construída sobre o Rio Parnaíba e liga os estados do Piauí e do Maranhão.

Inaugurada em 1939, ela consumiu 702 toneladas de ferro em sua construção e desde 2008 é considerada patrimônio cultural brasileiro pelo Conselho Consultivo do IPHAN.

Já a ponte Estaiada, como é conhecida a Ponte João Isidoro França, possui 363 metros de extensão e 28 metros de largura, seis pistas de rolamento, duas ciclovias e mirante em estrutura metálica de 95 metros de altura. Inaugurada em 2010, a Ponte Estaiada é hoje um dos principais cartões-postais da cidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

*