Como manter as equipes motivadas em meio à pandemia

Manter a motivação dos colaboradores muitas vezes já não é uma tarefa fácil. Durante um período de crise, como a pandemia da Covid-19, pode ser ainda mais complicado. Uma vez que toda essa situação afeta às pessoas em diferentes aspectos, como a saúde mental e física, as famílias e entes queridos, as finanças, as rotinas, etc.

Ademais, todas as mudanças implementadas devido à pandemia exigiram mudanças comportamentais e de gestão. Por isso, é importante desenvolver estratégias para garantir que seu time permaneça motivado, longe do pessimismo e da baixa produtividade.

Neste post vamos dar sugestões de estratégias para agregar e incentivar seus colaboradores, mantendo o rendimento e o bom funcionamento da empresa.

Inicialmente é preciso investir em transparência e em proatividade, estruturando um discurso realista, mas sem tom de ameaça. Mostre como a empresa está enfrentando esse período de crise, quais expectativas em termos de cronogramas e resultados e, claro, reforçando como cada um pode contribuir para a melhoria desse cenário.

Com isso, é possível manter o grupo focado e motivado para trabalhar nas tarefas certas. Além disso, quanto mais os colaboradores sentirem confiança na empresa e em seus líderes, menos críticas terão a fazer.

O funcionário precisa entender a importância do papel que desempenha na empresa. Dê Feedback, incentive e valorize o trabalho de cada um como pessoa e também como equipe. O fato de reconhecer o trabalho eleva o nível de motivação do indivíduo e a vontade de oferecer sempre mais.

Crie metas, não só de negócios, mas de bem-estar físico e emocional. Para isso é importante ter um ambiente mais seguro para os colaboradores, seguindo todas as medidas de segurança impostas pelo Ministério da Saúde.

Mantenha atenção ao comportamento dos profissionais para entender quais têm sido as dificuldades e necessidades individuais dos colaboradores. Se um deles se apresentar sem iniciativa, muito negativo, com perda de prazos, aumento de erros e queda na qualidade do seu serviço, busque conversar e entender como ele se sente. Muitas vezes, ele precisa ser ouvido e tem medo de se aproximar. E é trabalho do gestor mapear esses sinais e buscar formas de revertê-lo.

Lembre-se que não foi só o ambiente de trabalho que se modificou com a pandemia, os clientes e fornecedores também precisaram se adaptar a este momento. Consultar os funcionários da linha de frente é de suma importância para adquirir conhecimento e saber quais mudanças podem ser implementadas para melhorar as negociações e o relacionamento.

Gostou das nossas dicas? Tem mais alguma para aplicarmos durante essa pandemia? Então, comenta aqui embaixo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

*